cabeludo.JPGFalta cabelo? Aqui sobra informação. A calvície masculina pode-se iniciar logo após a puberdade, mais é geralmente mais evidente após os 25-30 anos. A maioria dos casos de calvície masculina é de origem genética e hormonal. Esses casos são chamados de alopécia androgênica masculina ou de calvície. O que causa a calvície masculina é a presença do hormônio sexual masculino DHT (dihidrotestosterona)agindo sobre um cabelo geneticamente susceptível. A característica principal é o afinamento progressivo dos fios de cabelo na área acometida. Falamos que ocorre a miniaturização do folículo piloso, isto é, o DHT age deixando o cabelo cada vez mais fino até que não é mais visível a olho nu. Depende do grau da calvície o tratamento poderá ser clínico (com medicações e procedimentos para serem feitos em casa), cirúrgico ou ambos. Em geral, a calvície se inicia pelas entradas, depois as “entradas” tendem a progredir. Há casos em que a calvície inicia de modo difuso, ou seja, iniciando pelo topo do couro cabeludo. A calvície é uma situação que afeta e incomoda milhares de homens. A pesquisa de novos tratamentos para tratamento não param. Nos Estados Unidos e agora também no Brasil já existe um aparelho com laser de baixa energia para estimular o crescimentos dos fios de cabelo afetados pela calvície. A técnica chama-se LLLT (Low Level Laser Therapy). Estudos internacionais demonstraram que a LLLT provoca um estímulo do ATP (fonte de energia das células) resultando em um aumento da multiplicação celular da raiz do cabelo, aumentando a velocidade de crescimento dos fios e melhorando a densidade capilar. Importante: para saber qual o melhor tratamento para o seu caso é necessário consultar seu médico dermatologista.

Dra. Érica Monteiro

Dermatologista

www.dermatologia.com.br

tel: 11-50441064