bb1.JPGAs assaduras são muito freqüentes nos bebês. Esse quadro é conhecido como dermatite das fraldas. Muitos fatores podem contribuir para seu aparecimento. Os conselhos a seguir ajudarão a prevenir o quadro.

- umidade e calor: a fralda é um tecido quente que propicia um ambiente úmido para pele sensível do bebê. A pele molhada pode causar fricção contra a fralda, permitindo o crescimento de bactérias e fungos, agravando a dermatite das fraldas.
- urina: A amônia é produzida a partir da urina, na fralda molhada que foi deixada por tempo longo e, especialmente, durante a noite é altamente irritativa, podendo causar inflamação na pele.
- fezes: em contato com a pele do bebê podem causar irritação, assim como acontece com a urina. Quando as fezes se misturam com a urina, o perigo de irritação é ainda maior.
- medicações: antibióticos e corticóides (cortisona) podem tornar os bebês mais sujeitos às infecções por bactérias e fungos. Por isso, não abusar de cremes e pomadas sem prescrição médica.

Bons hábitos e medidas de higiene são o grande segredo para prevenção das assaduras. Aqui vão algumas dicas:

  • Manter sempre o bebê limpo e sequinho.
  • Lavar bem as mãos antes e depois de limpar e trocar seu bebê.
  • Remover todos os traços de fezes.
  • Procure não esfregar a pele do bebê, muitas vezes é melhor utilizar sabonete líquido para evitar o atrito dos sabonetes em barra.
  • Secar bem as dobrinhas para evitar a umidade.
  • Mude as fraldas com freqüência. Não deixe seu bebê úmido.
  • Verifique o tipo de fralda usado (descartáveis ou de pano). As fraldas descartáveis devem se moldar perfeitamente na cintura e nas pernas, devendo se adaptar ao formato das coxas para não vazar.
  • Para bebês de poucas semanas, pode-se limpar apenas com algodão e soro fisiológico 0,9%.
  • Aplique suavemente uma fina camada de creme apropriado após cada troca de fralda, em particular depois do banho e à noite e, em especial, nas dobras e sulcos da pele. Essa fina camada servirá de proteção para evitar o contato direto da pele com a urina e as fezes.

Importante: Se o quadro de assaduras estiver instalado, procure a ajuda do médico dermatologista para orientar o tratamento.

Dra. Érica Monteiro, Dermatologista
Tel: 11- 50441064
www.dermatologia.com.br