Apesar de estarmos no fim do verão, tenho recebido inúmeros e-mails perguntando sobre alergia à picadas de inseto. A alergia à picada de insetos que é mais comum é aquela que ocorre nas crianças pequenas, caracterizada pelo aparecimento de “bolinhas” vermelhas pelo corpo da criança, normalmente próximas ao local de uma picada. Este tipo de alergia, chamado estrófulo, é totalmente benigno mas pode causar incômodo pela coceira que provoca. Pode ocorrer ainda a infecção de pele como complicação da coçadura, que pode levar ao aparecimento de feridas com infecção por bactérias.

A reação de uma picada de inseto varia entre pessoas. Numa reação normal ocorre um pouco de dor, a pele fica um pouco inchada e vermelha ao redor da picada. Nesse caso, lave o local água e sabão, pode aplicar gelo para reduzir o inchaço e o desconforto. Algumas vezes o inchaço pode ter o ser muito grande dependendo em que parte do corpo onde a picada ocorreu. Um exemplo: uma picada no pé pode levar ao inchaço da perna também. Não é necessário entrar em pânico, mas procure seu médico para obter orientação adequada.

Uma reação alérgica de uma picada de inseto é extremamente perigosa, é chamada de reação anafilática e exige cuidado médico imediato. Esses podem ser os sintomas de uma reação alérgica:

  • Dificuldade para respirar
  • Lesões de pele avermelhadas e com coceira, que se espalham por áreas além do local da picada do inseto
  • Inchaço na face, garganta e mucosa oral, língua
  • Dificuldade para engolir
  • Agitação e nervosismo
  • Pulso acelerado
  • Tontura ou sensação de desmaio
  • Queda importante da pressão arterial
  • Desmaio
  • Parada cardíaca

Importante: As reações anafiláticas graves exigem tratamento médico de urgência.

Abaixo estão algumas medidas que podem ser tomadas para evitar a picada de inseto:
· Aprenda a reconhecer os ninhos e abrigos de insetos e passe a evitá-los. Evite chegar perto de colmeias ou ninhos de vespas ou marimbondos. Elimine-os sempre que possível.
· Evite chegar perto de formigueiros.
· Se mantenha afastado de frutas caídas no chão e muito maduras.
· Evite comer ou beber em ambientes externos.
· Evite movimentos bruscos quando abelhas, vespas ou marimbondos estejam voando próximo de você.
· Evite o uso de perfumes, sabonetes ou loções com essências fortes.
· Use sempre calçados e meias quando andar fora de casa e evite caminhar em gramados.
· Evite usar roupas coloridas ou brilhantes, pois eles tendem a atrair os insetos.
· Tenha cuidado quando estiver jardinando.
· A suor produzido pelos banhos de sol, sob uso de bronzeadores ou protetores solares, atrai os insetos.
· Use telas de proteção contra insetos, nas janelas e portas. Use repelente e aplique sprays de inseticida, no quarto, antes de dormir.

Dra. Érica Monteiro – Dermatologista

tel:11-50441064

www.dermatologia.com.br